Análises

Publicado em 24th abril, 2017 | by Giuseppe Turchetti

Comments

Velozes e Furiosos 8

v8_posterDepois da tragédia que matou o ator Paul Walker antes do fim das gravações de Velozes e Furiosos 7, talvez a maior dúvida que pairava sobre a franquia era sobre a força de continuar sem ele. É inegável, inclusive, que a fatalidade voltou os holofotes do mundo ao longa que se tornou grande ao ponto de questionarmos se uma sequência chegaria se quer aos pés do sétimo filme. Nesse cenário de certa desconfiança é onde podemos perceber a real importância de Velozes e Furiosos na indústria cinematográfica.

Trazendo de volta os personagens que a série agregou com o passar dos anos, The Fate of the Furious (no original) fala de destino desde o título e, por ironia do mesmo, coloca o protagonista Dominic Toretto (Vin Diesel) contra sua própria equipe. Apesar de tornar a trama previsível, a escolha funciona em termos narrativos para abrir a brecha necessária que deixa o co-protagonismo de Dwayne The Rock Johnson brilhar. Junto com Jason Statham, que também ganha a chance de retornar, os dois personagens crescem com uma rivalidade empolgante e divertida, gerando uma dinâmica atraente e refrescante para a franquia.

E é cada vez mais quando achamos que a série Velozes e Furiosos não tem por onde inovar é que nos deparamos com a coragem da produção que insiste em se superar filme após filme. Apesar de apostar, mais uma vez acertadamente, em efeitos práticos e realmente arremessar carros pela cidade e destruir inúmeras propriedades e veículos, mantendo certo grau de realismo, pelo menos nos efeitos visuais, a franquia também consegue alçar voos mais altos que tangem a extrapolação do gênero, já exagerado, de ação descabida e quase se torna um filme de super-herói. É nítida a demonstração em tela dos “poderes” que cada um possui, bem como a reunião da equipe realizada pelo Senhor Ninguém (Kurt Russel), que remete aos modelos conhecidos nos filmes da Marvel.

v8_

A vilã da vez, Cipher, vivida por Charlize Theron, parece um tanto automatizada, sem muitas expressões, ainda que atinja o objetivo de ser a ameaça urgente da trama. Seu super-poder, ou sua capacidade especial, é atrelada ao controle de tecnologia, hackeando carros com sistema de direção automática, criando uma horda de carros zumbis que, por mais que pareça ridículo no plano das ideias (e talvez nos trailers), é apenas uma parcela pequena do filme, que ainda conta com vários absurdos divertidíssimos.

Além de provar para o mundo que a franquia já deixou de ser grande e tornou-se gigante, Velozes e Furiosos 8 também deixa claro que ainda tem fôlego para contar mais histórias explosivas e megalomaníacas. Se o que foi visto em tela não for suficiente para convencer os mais incrédulos, talvez seja uma boa ideia dar uma olhada nos incríveis 532 milhões de dólares arrecadados na bilheteria (que vale a ressalva, nem sempre é sinônimo de qualidade) apenas no primeiro final de semana do filme no cinema, se tornando o maior da história.

4

Tags: , , , , , ,


Sobre o Autor

Giuseppe Turchetti

Formado em Ciência da Computação, técnico em Informática, curso de Web Design, empregado no setor de TI como analista de suporte e desenvolvimento e colunista de cinema no jornal Diário de Taubaté. Respiro o universo Geek todo o tempo. Os assuntos abordados pelo Censura Geek fazem parte da minha vida e é de grande satisfação deixar minha opinião aqui. Sou gamer desde a geração Atari, tive muitas HQs na infância, filmes e séries sempre me fizeram companhia. E ainda não conheço um fã de Batman maior que eu!



Voltar para o Topo ↑
  • Curta o Censura Geek!

  • Posts Recentes

    O Círculo

    O Círculo

    Distopia. Exagero da realidade. Abuso de tecnologia. Necessidade de estar online todo o tempo. Falta[...]
    Baywatch

    Baywatch

    Não à toa, Baywatch chega ao Brasil carregando um subtítulo exclusivamente conhecido por nós, graças[...]
    A Múmia

    A Múmia

    As franquias têm sido o produto mais rentável de Hollywood desde sempre. De poucos anos para cá, ess[...]
    Mulher-Maravilha

    Mulher-Maravilha

    Os olhos do mundo estão voltados diretamente para os estúdios Warner/DC Comics. Não só pelos filmes [...]
    Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

    Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

    Indiscutivelmente, a franquia de Piratas do Caribe, baseada em uma atração do parque da Disney, é um[...]
  • Palavra NERD
    Pixelstree
  • Anúncios