Especial

Publicado em 31st dezembro, 2017 | by Giuseppe Turchetti

Comments

Os melhores filmes de 2017

O momento mais esperado do ano por mim chegou! É muito gratificante chegar ao fim de mais um ano e relembrar todos os filmes assistidos, as emoções sentidas, as surpresas e decepções causadas. Como de costume, reunimos aqui as produções mais relevantes de 2017.

Lembramos sempre que nossa lista expressa única e exclusivamente a opinião pessoal do autor, que leva em consideração apenas os filmes que assistiu, perante disponibilidade dos cinemas e considerando apenas os lançados em território brasileiro durante o período de 2017, analisando critérios tais como roteiro, relevância na cultura popular, diversão, surpresa, e a emoção causada pelo filme.

Não se esqueçam de que 2017 foi um excelente ano para o cinema, tendo várias obras que acabaram ficando de fora de nossa lista. Façam seus próprios tops dos melhores filmes e compartilhe conosco sua opinião. Vamos lá!

Menções Honrosas

Meio a tantos sucessos surgidos nesse ano maravilhoso, foi impossível criar uma lista de apenas 10 nomes, pois injustiçadas algumas obras teriam sido. Sendo assim, precisamos lembrar de Planeta dos Macacos: A Guerra, que fechou uma trilogia excepcional com uma técnica de captura de performance no nível mais evoluído que vimos até agora nas telonas, sem contar a história emocionante do símio César. Atômica também quebrou tudo (mesmo!) com seu visual estonteante, ação incrível e protagonismo de Charlize Theron, mais badass do que nunca. Outro longa que foi muito importante para o momento que vivemos foi Mulher-Maravilha, que deu para as heroínas um lugar ao sol, trazendo uma incrível aventura que nos deixou com gosto de quero mais. Justiça feita, que comecem os 10 melhores.

10º – Terra Selvagem

Umas das surpresas do ano. Fotografia maravilhosa, mistério envolvente e atuações incríveis fazem desse filme um dos grandes favoritos a algumas indicações ao Oscar. Jeremy Renner, o ator mais lucrativo de 2017, e Elizabeth Olsen protagonizam essa história sensível e intrigante.

9º – It – A coisa

Adaptação da obra literária de Stephen King, a segunda vez que It ganhou as telonas foi arrebatadora. Embora seja aterrorizante em vários momentos, o trunfo desse filme está na leveza que consegue tratar todos as cenas em que envolve as crianças incríveis escaladas para essa aventura. Sem dúvidas, outra grata surpresa do ano.

8º – Blade Runner 2049

Umas das melhores sequências que o cinema já viu. Longo, denso, arrastado e contemplativo, Blade Runner 2049 certamente não agradou grande parte do público, mas é inegável a sua qualidade técnica e a carga emocional que essa continuação carrega ao trazer de volta o universo criado por Ridley Scott. Ryan Gosling e Harrison estrelam essa linda obra dirigida por Denis Villeneuve. Saiba mais em nossa crítica.

7º – Corra!

Aparecendo do nada, sem alardes e grandes propagandas, Corra! conseguiu conquistar cada um dos seus espectadores com sua trama arrepiante, intrigante e, por que não, divertida. Com todos esses fatores juntos, o sucesso veio rápido e o longa se tornou um dos obrigatórios de 2017.

6º – Mãe!

Sendo vendido erroneamente pelos trailers como um filme de terror, Mãe! enganou muita gente que foi aos cinemas esperando por sustos. Apesar de que, é possível dizer que a obra ainda conseguiu assustar pela temática complexa, alegorias meticulosas e roteiro pesado e surpreendente. Qualquer coisa a mais que se fale sobre Mãe! pode estragar sua experiência sobre ele. Veja a crítica completa.

5º – Logan

Finalmente vimos o filme de Wolverine que tanto esperamos e merecemos! Depois de tantos anos sendo interpretado por Hugh Jackman, o personagem encontrou o tom ideal justamente em sua última aparição na pele do ator australiano. Mas que obra prima! Crítica completa aqui.

4º – Star Wars: Os Últimos Jedi

Parece que já virou tradição termos, todo ano, um filme de Star Wars em nosso top 10. E enquanto a saga merecer, o lugar estará garantido. Dessa vez não foi diferente e Os Últimos Jedi entregou uma aventura emocionante carregada de discussões e revelações. Que venha o episódio IX! Veja a crítica.

3º – Em Ritmo de Fuga

O diretor Edgar Wright parece não conhecer limites no que se trata de cinematografia. Com uma ideia brilhante e uma execução perfeita, Baby Driver (no original) é o filme mais criativo dos últimos anos, juntando primor de roteiro, edição, atuação e tudo mais sincronizado com a música sempre presente na trama. Sensacional! Para ler a crítica completa, clique aqui.

2º – Dunkirk

E por falar em primor, temos o mais recente longa de Christopher Nolan. Mostrando a guerra por uma perspectiva nunca antes explorada, Dunkirk acompanha histórias que acontecem em espaços de tempo diferentes, mas colidem em determinado momento da trama. Tudo isso sem apresentar ou aprofundar personagens específicos, poucos diálogos e uma preocupação fora do comum com o áudio/visual. Uma verdadeira experiência sensorial. Crítica completa aqui.

1º – La La Land

Original de 2016 (por isso presente nas festividades e premiações do ano passado), porém chegando ao nosso Brasil apenas em 2017, o grande vencedor do Top 10 Censura Geek é La La Land. Além de incrivelmente bem dirigido e bem executado, com fotografia maravilhosa e músicas que ficam na cabeça, o filme ainda é uma grande homenagem ao próprio cinema e usa do gênero musical para aproximar as gerações da sétima arte. Sem contar sua história magnífica, crua e verossímil capaz de deixar qualquer um arrepiado ao fim da projeção. Pura arte. Veja crítica completa.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Giuseppe Turchetti

Formado em Ciência da Computação, técnico em Informática, curso de Web Design, empregado no setor de TI como analista de suporte e desenvolvimento e colunista de cinema no jornal Diário de Taubaté. Respiro o universo Geek todo o tempo. Os assuntos abordados pelo Censura Geek fazem parte da minha vida e é de grande satisfação deixar minha opinião aqui. Sou gamer desde a geração Atari, tive muitas HQs na infância, filmes e séries sempre me fizeram companhia. E ainda não conheço um fã de Batman maior que eu!



Voltar para o Topo ↑
  • Curta o Censura Geek!

  • Posts Recentes

    Um Lugar Silencioso

    Um Lugar Silencioso

    Uma produção de Michael Bay que tenha silêncio desde o título é algo que, no mínimo, já deveria caus[...]
    Círculo de Fogo: A Revolta

    Círculo de Fogo: A Revolta

    Após aguardados 5 anos para ver a luz do sol, finalmente a continuação de Círculo de Fogo, de 2013, [...]
    Tomb Raider: A Origem

    Tomb Raider: A Origem

    E lá vamos nós de novo para mais uma tentativa de vencer a maldição das adaptações de games para o c[...]
    Pequena Grande Vida

    Pequena Grande Vida

    Aqueles que tiveram o privilégio de viver o início dos anos 90 certamente lembram de Querida, Encolh[...]
    Pantera Negra

    Pantera Negra

    Apesar de ter dado as caras pela primeira vez em Capitão América: Guerra Civil (2016), essa é a hora[...]
  • Palavra NERD
    Pixelstree
  • Anúncios