Análises

Publicado em 28th abril, 2017 | by Giuseppe Turchetti

Comments

Guardiões da Galáxia Vol. 2

GoG_vol2_posterEm um mundo onde os filmes de super-heróis começam a sofrer a saturação normal de um mercado inflado pelo gênero, Guardiões da Galáxia, tanto o primeiro quanto a continuação, é um sopro refrescante. Mais uma vez, o diretor James Gunn demonstra os motivos por ser um dos cineastas que mais respeitam o material de onde originam suas histórias.

Dando início a trama com pouco tempo após o predecessor, Volume 2, título que faz menção a coleção de fitas que o personagem Peter Quill (Chris Pratt) ouve ao longo de toda a aventura, o filme já trata de mostrar a que veio logo na cena de abertura. Com uma espécie de plano sequência, com a câmera orbitando o bebê Groot (Vin Diesel) enquanto mostra toda a ação ao fundo, já é possível perceber que os efeitos 3D são diferenciais importantes na ambientação, aproveitando da profundidade dos objetos na tela. E voltando a falar das músicas, a trilha é novamente explorada como um personagem dentro da história, com real importância para os Guardiões, embalando todas as cenas mais importantes do longa com letras que encaixam perfeitamente nos momentos que aparecem.

Outro fator muito esperado – e bem recompensado – é o humor. Guardiões da Galáxia Vol. 2 é leve, divertido, colorido, gostoso de assistir. Ainda que siga o padrão Marvel, que parece impor a necessidade de piadinhas em cada uma das cenas, até desnecessariamente, às vezes, o filme consegue arrancar boas risadas e, nesse quesito, até surpreende com palavras e brincadeiras mais adultas que o costumeiro visto no padrão Disney de ser. A dupla formada por Drax (Dave Bautista) e Matis (Pom Klementieff) é outra boa surpresa que funciona bem, incluindo de forma orgânica a nova integrante da equipe.

GoG_vol2_01

Aproveitando para desenvolver mais os personagens e suas relações como família, enquanto apresenta as origens de Quill, o filme segue um roteiro bem linear sem grandes reviravoltas, com a história fechada e focada na premissa, apresentando pequenos detalhes que dão pistas sobre o universo maior da Marvel nos cinemas. Essa talvez seja a única decepção que alguns expectadores possam esbarrar, já que era esperado uma possível maior conexão com os grandes eventos a seguir, como a Guerra Infinita, ou Thor: Ragnarok, que estreia no fim do ano. Sobra, porém, espaço para uma excelente narrativa que funciona sozinha na expansão desse universo em especial.

É possível bater o martelo dizendo que o Volume 2 mantém o padrão altíssimo de qualidade do primeiro longa, conseguindo adequar aventura espacial, ação desenfreada, batalha de naves e dramas familiares, absolutamente tudo de forma bem-humorada, e ainda entregar aos fãs uma porção de pequenas coisas escondidas capazes de aquecer o coração dos conhecedores das histórias em quadrinhos com participações mais que especiais, como Sylvester Stalone e companhia.

4

Tags: , , , , , , , , ,


Sobre o Autor

Giuseppe Turchetti

Formado em Ciência da Computação, técnico em Informática, curso de Web Design, empregado no setor de TI como analista de suporte e desenvolvimento e colunista de cinema no jornal Diário de Taubaté. Respiro o universo Geek todo o tempo. Os assuntos abordados pelo Censura Geek fazem parte da minha vida e é de grande satisfação deixar minha opinião aqui. Sou gamer desde a geração Atari, tive muitas HQs na infância, filmes e séries sempre me fizeram companhia. E ainda não conheço um fã de Batman maior que eu!



Voltar para o Topo ↑
  • Curta o Censura Geek!

  • Posts Recentes

    Extraordinário

    Extraordinário

    Certas discussões sempre serão pertinentes na vida. Sendo assim, o cinema, que carrega em seu cerne [...]
    Assassinato no Expresso do Oriente

    Assassinato no Expresso do Oriente

    Com uma coleção infindável de livros lançados, números suficientes para se tornar uma das maiores es[...]
    Pai em Dose Dupla 2

    Pai em Dose Dupla 2

    Ah, o Natal! Aquela época maravilhosa do ano em que o cinema sempre recebe os filmes mais família, m[...]
    Liga da Justiça

    Liga da Justiça

    Com as duras críticas recebidas por Homem de Aço (2013) e Batman vs Superman (2016) devido ao tom so[...]
    Gosto Se Discute

    Gosto Se Discute

    Depois de lançar carreira no cinema com o filme É Fada!, em 2016, a Youtuber e atriz Kéfera Buchmann[...]
  • Palavra NERD
    Pixelstree
  • Anúncios