Análises

Publicado em 15th junho, 2014 | by Larissa Lotufo

Comments

A Serbian Film

Existem alguns filmes que conseguem mexer com as pessoas, e existem outros que se não mexerem contigo é porque você está bem fora do que dizem ser normal, é o caso de “A Serbian Film”. Há alguns anos vi esse título em uma lista de filmes mais chocantes do cinema, mas uma lista que considera “The Exorcist” e “A pele que habito” como chocante, por mais hermética que seja a consideração, não me chocou. Várias são as adjetivações para esses filmes, mas chocante não é uma delas. O tempo passou e novamente vejo o tal do “Filme Sérvio” classificado como chocante, a insônia me fez resolver assisti-lo e melhor adjetivação impossível, simplesmente: chocante!

Embora a proibição seja sempre uma coisa ruim, é fácil entender o porque esse filme teve sua exibição proibida em vários países, inclusive no Brasil. Ainda assim, o livre arbítrio é sempre a melhor escolha e com “A Serbian Film” a coisa não é diferente.

O fato é, se você resolver assistir a este filme, vale a recomendação: as cenas são fortes, incomodam o suficiente para rolar aquela virada de rosto involuntária. Singularidades a parte, o filme não pode deixar de ser elogiado, tem um enredo intenso e prende o expectador até o ultimo minuto, sendo que, quando você acha que acabou, vem uma cena nova para desconstruir completamente a ideia de finitude.

tumblr_mq2jvla18N1stz4uxo5_r1_500

Para quem nunca ouviu falar do longa, Um Filme Sérvio ou Terror Sem Limites conta a história de Milos, um ator pornô que resolveu se aposentar para poder construir sua família, porém a falta de grana o faz repensar sobre sua carreira no mundo pornô, nesse contexto surge Vukmir, um cineasta em busca de um cinema arte que reflita a realidade e toda a sua dor da forma mais fiel possível. Vukmir oferece uma boa quantia em dinheiro a Milos, mas impõe uma condição ao ator: ele não poderá saber qual é o roteiro. Daí em diante, vale a pena (ou não!) conferir o que acontece sem spoilers.

a-serbian-film-1

Serbian Film 5

3A_serbian_film_006

Como dito anteriormente, cenas chocantes a parte, o elenco do filme foi muito bem escolhido e as atuações são bem convincentes, o cenário é bem trabalhado, assim como as escolhas de câmeras e jogo de luz. As músicas são bem encaixadas e ajudam a aumentar a tensão das cenas.

E de acordo com o diretor do filme, Srdjan Spasojevic, toda a atmosfera tensa do filme é uma grande metáfora para a situação vivenciada pelos países do leste europeu. Em umas das entrevistas Spasojevic afirmou que a trama”Não é um documentário e nem quero concorrer a presidente, mas precisava tratar do que sinto ao meu redor e do que vivi, especialmente nos Bálcãs, com as guerras na Iugoslávia, o bombardeio da OTAN… Não é nada inspirador para coisas bonitas.”. Pensando por esse lado, um mundo caduco, recheado de atrocidades, bem merece esse tipo de cinema como presente.

Ainda assim, vale ressaltar que nem todo mundo consegue captar a metáfora, ou ao menos se preocupa em fazê-lo e pode usar o filme como fonte de ideias para praticar suas atrocidades particulares. Por outro lado, se o expectador for antenado com o que acontece a sua volta, o filme é bem compreensível e reflete bastante do vemos diariamente em qualquer jornal pelo mundo. Para isto, basta olhar além das cenas chocantes.

Confira o trailer:

Tags: ,


Sobre o Autor

Larissa Lotufo

Jornalista formada pela Unesp, sonha em encontrar-se com o Batman um dia. Adora filmes, livros e seriados de todo os tipos, embora tenha algumas preferências. É viciada em super nintendo (mas só alguns jogos), ama cachorros (e todas as criaturas fofas e esquisitas do mundo), come coisas estranhas e é uma BK fan. Com a mania típica de jornalistas tem o costume de ser concisa e direta, principalmente quando fala dela mesma.



Voltar para o Topo ↑
  • Curta o Censura Geek!

  • Posts Recentes

    Annabelle 2: A Criação do Mal

    Annabelle 2: A Criação do Mal

    Após a forte estreia de Invocação do Mal (2013), que revitalizou o gênero de terror no cinema graças[...]
    Valerian e a Cidade dos Mil Planetas

    Valerian e a Cidade dos Mil Planetas

    Carregando a alcunha de um dos filmes mais caros já produzidos fora dos EUA na história do cinema, a[...]
    Planeta dos Macacos: A Guerra

    Planeta dos Macacos: A Guerra

    Um dos motivos pelos quais a franquia Planeta dos Macacos continua sendo revitalizada nos cinemas de[...]
    Dunkirk

    Dunkirk

    Christopher Nolan é, sem dúvidas, um dos mais badalados diretores desse século. Sozinho, apenas seu [...]
    Em Ritmo de Fuga

    Em Ritmo de Fuga

    Passando por constante evolução na maneira de se mesclar com outros subgêneros, o gênero de ação é u[...]
  • Palavra NERD
    Pixelstree
  • Anúncios