Os melhores filmes de 2020

Os melhores filmes de 2020

Sim, 2020 finalmente chegou ao fim. Após o excelente ano cinematográfico de 2019, o que não podíamos esperar aconteceu e muitos filmes nem chegaram ao público conforme eram esperados. Mas, ainda assim, as plataformas de streaming não desapontaram e conseguiram suprir a demanda.

Vale lembrar que essa lista retrata uma opinião estritamente pessoal, que leva em conta minhas experiências e minha bagagem ao encarar cada obra, sendo assim, com finalidade de elencar boas recomendações aos amantes do cinema. Estão presentes, entretanto, apenas filmes que tive a oportunidade de assistir, sempre existindo a possibilidade de que outras obras menos acessíveis tenham, infelizmente, ficado de fora.

Menções Honrosas

Como de costume, iniciando pelos filmes que, certamente, estariam presentes no Top10 2019 se não tivessem chegado ao Brasil apenas em 2020, temos “1917”, sendo filmado de maneira a parecer ter um longo plano sequência e impressionando por sua técnica. E também o tocante “Jojo Rabbit”, nos levando para a Segunda Guerra Mundial por uma perspectiva pouco explorada até hoje. Agora sim, os de 2020 que, por pouco, ficaram fora do nosso top. Começando por “Dois Irmãos”, da Pixar, que nos leva para uma aventura nos padrões da produtora. Passamos por “Problemas Monstruosos”, que mostra a premissa batida do mundo pós-apocalíptico de maneira inovadora e divertida e, por fim, até mesmo “Mulher-Maravilha 1984”, que, se visto pelo que tenta ser, oferece um filme digno de respeito diante dos tempos em que vivemos.

10º – Resgate

Estreando na direção, o ex-dublê Sam Hargrave faz questão de mostrar conhecimento em ação desenfreada e, com a ajuda do ator Chris Hemsworth, surpreende com um dos melhores filmes do ano no gênero. Disponível na Netflix.

9º – Destacamento Blood

O diretor Spike Lee sempre traz um discurso poderoso em suas obras. Não sendo diferente aqui, consegue revisitar a tão explorada trama de guerra do Vietnã mesmo em tempos atuais, mostrando veteranos em busca do passado. Disponível na Netflix.

8º – A Vastidão da Noite

Com uma produção super contida, o independente filme de suspense e ficção científica nos leva a uma noite dos anos 1950 em que pessoas normais detectam estranhos sinais de rádio e prendem nossa atenção em sua trama. Disponível no Amazon Prime Video.

7º – Tenet

Christopher Nolan dispensa apresentações. Sendo sempre muito inventivo, Tenet nos apresenta o conceito de viagem no tempo mais inovador dos últimos tempos. Apesar de um roteiro inferior comparado à outras obras do diretor, a criatividade e ação compensam a experiência.

6º – Palm Springs

A maior surpresa de 2020. Uma comédia que, aparentemente, tem todos os elementos que estamos cansados de ver, surpreendendo, porém, na qualidade e inteligência que desenvolve sua trama.

5º – Soul

Pixar em sua essência. Abordando a temática da vida, muito acima da própria morte, a animação é delicada e inspiradora, com uma ótima mensagem e técnica apuradíssima. Disponível na Disney Plus.

4º – O Homem Invisível

Sustentando o topo do pódio por boa parte do ano, O Homem Invisível demorou a perder seu posto. Com uma roupagem moderna e um tema super atual, o filme bate de frente com a questão de relacionamento abusivo e cresce justamente com essa aposta, tornando-se não só uma ótima produção, como uma obra de real relevância. Disponível no Telecine Play.

3º – Mank

Depois de sua estreia desastrada na indústria, o diretor David Fincher nunca errou. Em Mank, vemos uma aula de cinema e de História filmada de forma excepcional, com uma fotografia exuberante. Uma pena que o filme dependa de bastante bagagem pré-existente para um melhor aproveitamento do roteiro. Ainda assim, mereceu a medalha de bronze. Disponível na Netflix.

2º – Os 7 de Chicago

Diálogos sempre foram o forte de Aaron Sorkin, famoso roteirista que, agora também dirigindo, consegue transformar esse marco real dos EUA em um filme poderoso, com cenas marcantes e história cativante. Disponível na Netflix.

1º – O Som do Silêncio

Me guardando o direito do trocadilho, O Som do Silêncio chegou sem fazer barulho e, vindo de um cenário totalmente independente, apresentou um drama forte, unindo ótimas atuações a um roteiro realista e técnicas sonoras que se comunicam perfeitamente com a temática. Um filme intimista que desperta muitas sensações no público, conquistando, assim, o posto de melhor de 2020! Disponível no Amazon Prime Video.

Giuseppe Turchetti

Formado em Ciência da Computação, técnico em Informática, analista de suporte, colunista de cinema no jornal Diário de Taubaté e administrador do Censura Geek. Respiro o universo Geek todo o tempo. E ainda não conheço um fã de Batman maior que eu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *