Truque de Mestre

Truque de Mestre

Truque de Mestre (Now You See Me) é a tentativa do cineasta europeu, Louis Leterrier (Fúria de Titãs), de trazer para Hollywood toda a experiência de um espetáculo de ilusionismo: as câmeras com mudanças constantes de ângulo, os discursos misteriosos e principalmente, as performances ousadas e arriscadas dos mágicos, porém um filme vai muito além de pirotecnia e suspense.

Capa_NYSMNa trama Dylan Rhodes (Mark Ruffalo) um agente do FBI une-se – contra sua vontade – a uma inexperiente oficial da Interpol, Alma Dray (Mélanie Laurent, de Bastardos Inglórios), para desvendar como um grupo de mágicos, auto-intitulados “Quatro Cavaleiros”, rouba dinheiro de instituições e pessoas ricas e o distribuí para os mais pobres durante seus espetáculos – sempre extremamente grandiosos.

Os Quatro Cavaleiros, Daniel (Jesse Eisenberg), Jack (Dave Franco), Henley (Isla Fisher) e mcKinney (Woody Harrelson) se juntaram graças a um patrono desconhecido, cada um conta sua especialidade – de escapismo à leitura corporal. Além de algumas piadas sobre seus relacionamentos no passado, nada conecta os personagens, são pessoas sendo manipuladas apenas para cumprir um objetivo – que até metade da trama não é muito claro. A falta de desenvolvimento que gera indiferença e prejudica bastante os acontecimentos da trama, se estende aos demais personagens principais, interpretados por Michael Caine e Morgan Freeman – um grande desperdício do elenco de alto nível.

No quesito efeitos especiais e ambientação, a película não decepciona, as apresentações dos quatro protagonistas é sempre grandiosa, com o auxílio da computação gráfica, mágicas conhecidas ganham uma nova roupagem e são o principal atrativo na composição da trama. A câmera inquieta voando de um lado para o outro do palco é também bastante interessante e contribui para o sentimento de estar realmente  assistindo a um show de ilusionismo.

A preocupação apenas com a engenhosidade do roteiro é o ponto fraco que leva Truque de Mestre a ser apenas mais um no meio de tantos. Nada de inovador é apresentado, ações aparentemente não conectadas, seguidas de perseguições policiais, reviravolta na trama – que quase sempre muda tudo que se achava saber, terminando com um flashback para deixar tudo ainda mais óbvio, enquanto o final que precisa de um explicação é deixado a cargo da imaginação.

Truque de Mestre está longe de ser um grande filme, mas cumpre seu objetivo: é um espetáculo de ilusionismo com duração de 125 minutos que com certeza fez com que Chris Angel e Mister M sentissem inveja.

Adan Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *