Freedom Force

São poucos os vídeo games baseados em super-heróis considerados bons atualmente, a grande maioria é lançada juntamente com um filme, para conseguir algum lucro extra, o que acaba gerando jogos medíocres ou simplesmente ruins. No ano de 2002 Freedom Force surgiu, trazendo não apenas um game excelente com sua própria seleção de personagens originais, como também provou que as HQs poderiam ter seu lugar nessa indústria.

Lançado para PC pela Irrational Games, Freedom Force é um jogo de RPG tático em tempo real, onde o jogador controla até 4 heróis que combatem as forças do mal na Patriot City. O estilo, histórias, personagens e diálogos são todos uma grande paródia da Era de prata dos quadrinhos, um período marcado por ser politicamente correto e bem galhofa.

Tudo começa quando um terrível ditador alienígena, chamado Lord Dominion, planeja atacar e dominar a Terra. Para impedir esse plano, Mentor, um rebelde, rouba as cápsulas de energia X (um elemento misterioso que concede poderes incríveis para quem for exposto a ele) e foge. Durante a fuga, a nave de Mentor é atingida e as cápsulas se espalham por toda a Patriot City, transformando diversas pessoas. Surgem então os chamados super-heróis, que se unem e formam a Freedom Force para proteger sua cidade e todo o mundo.

0000008883.1920x1080

Não há palavras para descrever toda a cafonice do jogo, uma sátira sem limites com situações das mais absurdas, desde robôs e formigas gigantes tentando destruir tudo até portais temporais que trazem dinossauros famintos para as ruas. Os próprios heróis são versões bem cômicas de outros quadrinhos, como Minute Man, uma clara referência ao Capitão América ou, o meu favorito, Tombstone, que é uma mistura de Batman, Justiceiro, Motoqueiro Fantasma e Spawn.

Praticamente todo o cenário pode ser demolido durante as lutas, carros podem ser arremessados, postes de luz serem utilizados como bastões de baseball, além de uma enorme seleção de poderes inimagináveis disponível para o jogador, que pode também criar seu próprio herói totalmente customizado. Após cada missão, experiência é concedida para os personagens de acordo com sua participação e nível de destruição evitado. Essa pontuação pode ser usada para aprimorar os poderes e conseguir habilidades novas!

67102_screenshot_8_medium

Ele foi, possivelmente, o primeiro jogo de super-heróis a ser relativamente bem-sucedido. O que lhe rendeu uma continuação, em 2005, com o jogo Freedom Force VS. The Third Reich.

Após os acontecimentos de Freedom Force o mundo entra em um período de moderada paz. Uma ameaça dos soviéticos volta a surgir, porém, acontecimentos que geram uma trama ainda maior que acrescenta até mesmo uma alteração no tempo, fazendo com que os nazistas nunca tenham perdido a Segunda Guerra Mundial, o que acarreta um futuro caótico. A liga de heróis deve novamente se unir e viajar no tempo para, novamente, fazer reinar a paz.

FFtitle

O gameplay apresenta algumas melhorias, mantendo ainda a essência do primeiro título. Há também a adição de novos super-heróis. Infelizmente essa continuação não obteve muitas vendas. Desde então a série encontra-se no limbo. Alguns projetos para um próximo game surgiram, como o Freedom Force 3 ou Freedom Force Ultimate, que contavam até mesmo com artes conceituais. Os projetos nunca saíram do papel, porém. Os produtores decidiram se dedicar a outros trabalhos mas não descartaram a possibilidade de um dia voltarem a criar mais jogos da série.

Se você gosta de rpg’s táticos e que, melhor ainda, envolvam super-heróis, te aconselho a experimentar Freedom Force. O game garante muitas horas de diversão, especialmente se os diversos mods disponíveis pela internet forem utilizados!

Leonardo Belisqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *