RESUMO: Conferência da Sony na E3

Após apresentação da sua rival de vendas, a Sony entrou no palco às 22 horas do horário de Brasília para, posteriormente, entrar para a história com seu novo console, o Playstation 4.

O maior astro da noite era, sem dúvidas, o próprio console que ainda não tinha dado as caras, gerando muita expectativa acerca de seu design. A verdade é que o PS4 acabou ficando, de certa forma, parecido com seu rival Xbox One, porém com detalhes mais sutis, tendo duas laterais inclinadas, dando impressão que está em “itálico”.

A Sony investiu pesado na conferência e, com pouco mais de duas horas de duração, trouxe ao público muitas cenas de jogos. Para começar quente, foi trazido ao palco um trecho do jogo The Order, promessa do estúdio Santa Monica (God of War) para a nova geração.

Ainda no quesito dos exclusivos, para agradar todos aqueles que preferem a gigante japonesa, outros nomes importantes foram trazidos ao palco, tais como Killzone Shadow Fall, inFamous Second Son e Driveclub.

Outro jogo muito esperado, ainda para este ano, é Batman: Arkham Origins, que trará um prelúdio das outros dois jogos da série Arkham do Morcegão mais querido da cultura pop. Com um trailer mostrando um pouco de gameplay, o público aplaudiu muito o game, com lançamento marcado para 25 de outubro.

The Dark Sorcerer foi apresentado com um trailer que esbanja qualidade gráfica. Cheio de escuridão e magia, o que era arrepiante no início acabou se tornando surpreendente no final, conseguindo algumas risadas. O jogo ainda é uma incógnita, que será desvendada em breve.

Quando a Square Enix entrou em palco, os conhecedores de video-game já sabiam o que poderiam esperar. E com razão. Para alegria dos saudosistas, Final Fantasy ganhará um novo jogo intitulado Final Fantasy 15. Outra grande franquia de sucesso, da Disney, ganhará novo título: Kingdom Hearts 3.

Como todo grande evento, sempre há o ponto mais baixo da apresentação. Infelizmente isso ocorreu quando o jogo Assassin’s Creed IV era jogado ao vivo no palco. Por diversas vezes o gameplay apresentou travamentos que chegavam a irritar, não sendo possível nem disfarçar. O jogo não chegou ao final de sua apresentação, pois em dado momento acabou por travar de vez. Momento trágico para a Sony, mas vamos preferir acreditar que o game ainda está inacabado.

Depois do sucesso de Skyrim, a Bethesda vem trabalhando em um MMO, o que não é surpresa para ninguém. The Elder Scrolls Online, rodando em PS4, mostrou vídeo com cenas de gameplay e agradou aos presentes.

Deixados para o final, porém não menos importantes, Mad Max apareceu em vídeo, sem gameplay, mas deixou uma expectativa interessante. Watch Dogs também não poderia deixar de comparecer, mostrando todo seu poder de gráficos que se assemelham aos filmes, movimentação superfluída e mecânica inovadora.

Depois de encantar todos com seus jogos maravilhosos, já era hora de falar um pouco mais sobre o console. E logo veio a notícia mais importante para a decisão de muitos gamers que vão aderir à nova geração: O Playstation 4 permitirá o uso de jogos usados sem taxas adicionais! Compre, venda, troque, empreste, doe seus jogos. Afinal, ele é seu, não é? Sem maiores informações sobre os pacotes que o console será distribuído, o preço de US$399,00 foi anunciado. Já a PSN terá uma mudança esperada. A assinatura do serviço PSN Plus será obrigatória para jogar partidas online.

A Sony, em geral, fez bonito em sua conferência e deixou os fãs satisfeitos com as novidades. Decidiu em qual console apostará para a próxima geração? Deixem seus comentários!

Giuseppe Turchetti

Formado em Ciência da Computação, técnico em Informática, analista de suporte, colunista de cinema no jornal Diário de Taubaté e administrador do Censura Geek. Respiro o universo Geek todo o tempo. E ainda não conheço um fã de Batman maior que eu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *